• Isabel Caminada e Carlos Eduardo

Justiça do Trabalho determina o fornecimento de EPIs a profissionais da saúde


No dia 14/04, a 31ª Vara do Trabalho de Salvador, em ação civil coletiva movida pelo Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Bahia, determinou que o estado e os estabelecimentos privados de saúde devem fornecer, aos enfermeiros e técnicos de enfermagem, Equipamentos de Proteção Individual e Coletivo (EPIs). A decisão contempla os seguintes itens: álcool gel; gorro; óculos de proteção ou protetor facial; máscara cirúrgica; avental; e luvas de procedimento.


Além disso, a decisão autorizou o afastamento de enfermeiras gestantes ou lactantes, doentes crônicos e idosos. Para tanto, é necessária a apresentação de parecer circunstanciado de especialistas de saúde sobre tais condições, a fim de evitar possível impacto no atendimento à população com esvaziamento de profissionais das unidades hospitalares.


O descumprimento dessas determinações, que estarão em vigor enquanto durar a pandemia da Covid-19, ensejará multa diária de mil reais. As instituições, a contar da data de conhecimento da decisão judicial, terão o prazo de dez dias úteis para efetivação de ambas.

  • email icone
  • Facebook - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Spotify
  • Campanha Livres e iguais
  • HeForShe
Entre em contato

Email: contato@maltaadvogados.com
Tel:  +55 (61) 3033-6600 | 3033-6686

Passe o mouse

NEWSLETTER